Deputado Lucas de Lima destina R$ 100 mil a Santa Casa de Campo Grande

Por Redação FMTLnews 11/12/2020 - 08:16 hs

O deputado estadual Lucas de Lima destinou R$ 100 mil de sua emenda anual para a Santa Casa de Campo Grande.  O recurso será utilizado para a Reestruturação do hospital e deve ser investigado na compra de equipamentos.


Na tarde desta quinta-feira, 10, o deputado foi recebido pela diretoria da Santa Casa e reforçou seu compromisso em continuar trabalhando pelo fortalecimento da maior instituição de saúde de Nato Grosso do Sul.  


“Apoiar a Santa Casa é um dever que cumpro com responsabilidade. Esse é mais um esforço que faço no sentido de assegurar a população do nosso estado, uma estrutura de saúde com qualidade e segurança”, destacou o Deputado. A ação foi coordenada pela gerência de captação de recursos e eventos, comandada por Cátia Almeida.


Participaram da reunião, o presidente da Santa Casa, Heitor Rodrigues Freire, o diretor-secretario Heitor Miguel Scheibeler e o diretor de finanças adjunto, Marcos Alceu da Silva Villalba. 


Santa Casa 


A Santa Casa de Campo Grande é o maior hospital do Estado de Mato Grosso do Sul e presta um relevante serviço de assistência à comunidade sul-mato-grossense, atendendo Capital e interior, além de outros estados e até países vizinhos como Paraguai e Bolívia, de onde chegam pacientes em busca de tratamento médico.


Mais de 80% da capacidade operativa da Santa Casa de Campo Grande é dedicada aos usuários do Sistema Único de Saúde. O Hospital é referência estadual nas áreas de neurocirurgia, urgência e emergência, transplantes (rins, córneas e coração), cirurgias cardíacas, ortopedia, gestação de alto risco, UTI (Especial e Neonatal), tratamentos a grandes queimaduras e oncologia. A Santa Casa tem o maior e mais completo Pronto-socorro (adulto e infantil) do município de Campo Grande e do Estado de Mato Grosso do Sul, respondendo pela totalidade dos atendimentos de urgências e emergências graves da Capital.


No ano de 2019 foram realizados mais de um milhão (1.454.537) de procedimentos entre internações, atendimentos de urgência e emergência, cirurgias e exames. Uma média mensal de 121 mil procedimentos.