Cachorro quente: variações no Brasil fogem do tradicional pão com salsicha

Presente em celebrações e comum no dia a dia, prato tem preferência nacional e conta com uma data festiva (9 de setembro)

Por Redação FMTLnews 09/09/2021 - 08:32 hs

Prato muito conhecido no mundo todo, e de criação atribuída aos Estados Unidos há mais de 130 anos, o hot dog foi incorporado ao cardápio brasileiro e ganhou, ao longo do tempo, diferentes receitas em praticamente todos os estados do país. O básico está presente em todas as receitas: pão e salsicha, mas a cultura das localidades adicionou outros ingredientes às variações da iguaria que no Brasil ganhou como data comemorativa o dia 9 de setembro.

Confira algumas das variedade existentes de cachorro quente no Brasil, nome mais popular do hot dog:

Cachorro quente Paulistano:

Na capital paulista a versão típica do cachorro quente tem no purê de batatas o seu diferencial, sendo complementado por mostarda, ketchup, maionese e batata-palha.

Cachorro quente Paraense:

Na versão típica, o molho do cachorro quente dos paraenses é feito com tucupi (líquido extraído da mandioca) e folhas de jambu. Acrescentam ainda vinagrete e repolho picadinho por cima.

Cachorro quente Paraibano:

O sanduíche leva salsicha, uma porção de carne moída bem temperada, molho vinagrete, ovos de codorna, azeitonas, coentro e queijo de coalho ralado.

Cachorro quente de Blumenau:

Na terra do Oktoberfest, é comum encontrar o lanche feito no pão francês, recheado com chucrute (uma espécie de repolho cortado em tiras fininhas e fermentado em salmoura), molho de tomate e mostarda escura.

Cachorro quente Carioca:

O cachorro quente tem o acréscimo de alguns ingredientes, como ovo de codorna, molho vinagrete, queijo parmesão ralado, azeitona, batata palha e também de uva-passa.

Cachorro quente Brasiliense:

No Distrito Federal, o sanduíche leva pasta de alho, molho, milho, batata-palha, vinagrete, bacon e um tempero picante. Alguns “dogueiros” preparam a salsicha na chapa, com queijo.

 

As diferentes versões do cachorro quente provam a sua versatilidade, e seja qual for a sua versão favorita, os ingredientes estarão em oferta no festival do Hot Dog para os “doqueiros” fazerem a festa no dia 9 de setembro. Basta conferir, de modo virtual, pelo site www.fortatacadista.com.br/ofertas.


Na unidade Coronel Antonino, o Fort Atacadista oferece a primeira lanchonete da rede a trazer como carro-chefe o conceito do hot dog americano. Com área de 120m², o espaço oferece aos consumidores um lanche com salsicha exclusiva e que contém baixo teor de corantes, típica do lanche americano, que também é montado levando em consideração o modelo dos EUA. O molho é feito na própria cozinha do local, desde o preparo inicial até o processo de cozimento, com tomates frescos, cebola, alho, orégano e azeite. O Fort Dog funciona na loja Coronel Antonino (Rua São Borja, 586 – Vila Rica).